A União Europeia e o Espaço Schengen representam dois conceitos completamente diferentes dentro do mesmo continente.

O que é a União Europeia?

A União Europeia (UE) é uma coligação política and econômica que conta com 28 estados-membros. Ela foi estabelecida originalmente com o intuito de promover a paz no continente, mas sua importância tem crescido desde o início.

Os países da UE têm autonomia sobre muitos aspectos da própria elaboração de políticas, inclusive a política externa, mas estão vinculados às instituições judiciais e legislativas da UE.

O mercado único, um mercado interno singular entre os estados-membros, permite a livre circulação de pessoas, bens, serviços e dinheiro. Os cidadãos da UE têm a liberdade absoluta para estudar, trabalhar, viver e se aposentar em qualquer país da União Europeia.

No entanto, estes direitos não se aplicam a cidadãos de países não pertencentes à UE. Estes cidadãos visitando a UE podem viajar livremente entre países no espaço Schengen, depois de entrar em um deles, mas nem todos os países da UE estão no Espaço Schengen.

Quais São os países do Schengen?

Os países do Schengen são aqueles países europeus que assinaram o Acordo de Schengen. Não há controle nas fronteiras internas entre esses países, que permitem a livre movimentação entre os países participantes.

Atualmente, há 26 estados-membros do Schengen. A maioria deles são países que estão na União Europeia (EU). Porém, dois países da EU decidiram ficar fora do Schengen: a Grã-Bretanha e a Irlanda.

Existe também quatro países que estão no Espaço Schengen, mas não são membros da EU: Islândia, Noruega, Suíça e Liechtenstein. Três microestados também fazem parte do Espaço Schengen: Mônaco, cidade do Vaticano e San Marino.

Qual a diferença entre a EU e espaço Schengen?

Em resumo, estas são duas entidades diferentes apesar de muitos países fazerem parte de ambas. A EU é uma entidade política e econômica, enquanto o Espaço Schengen permite a livre circulação de pessoas entre os países participantes.