ETIAS para Dinamarca

Autorização de viagem Européia para a Dinamarca

Dinamarca tem evoluído como um dos mais progressistas países socialmente liberais do mundo. Seu bem preservado patrimônio cultural, arquitetura peculiar e incontáveis pontos de interesse, fazem do país um convidativo destino de férias.

Situada na Escandinávia, a principal parte da Dinamarca fica na Jutlândia, uma península ao norte da Alemanha, e também há um grande número de outras ilhas. As duas maiores ilhas são a Zelândia e a Fiônia.

A população da Dinamarca é de aproximadamente 5.7 milhões sendo que 2 milhões vivem na capital, Copenhagen. O idioma oficial é o dinamarquês embora haja outras línguas minoritárias incluindo o alemão, o feroês: e o groelandês.

A Dinamarca tem uma história fascinante. Primeiro como lar dos invasores vikings e depois como uma importante potência europeia, o país agora é um membro integrante política e economicamente da EU.

Dinamarca como parte da União Europeia

A Dinamarca entrou para a Comunidade Europeia em 1973 ao mesmo tempo que o Reino Unido e a Irlanda. No referendo, 63.3% votaram a favor da entrada com uma participação maior que 90%.

No entanto, a Dinamarca decidiu recusar certas partes do Tratado de Maastricht da EU, da moeda única, além de alguns assuntos internos. A moeda do país é a coroa dinamarquesa. A Dinamarca faz parte do mercado único e do Espaço Schengen. Não há fronteiras rígidas entre os países do Schengen, apenas uma fronteira externa compartilhada.

No momento, os visitantes podem entrar na Dinamarca livremente de outros países do Schengen. Mesmo vindo de países de fora do Schengen, pessoas de muitas nacionalidades podem entrar sem visto, enquanto outras precisam de um permisso europeu de viagem para a Dinamarca.

A partir de 2021, será necessária para muitos visitantes a inscrição no ETIAS antes de viajar para qualquer país do Espaço Schengen, incluindo a Dinamarca. Os viajantes poderão usar o ETIAS para a Dinamarca.

Visitando a Dinamarca

Os trechos de praias de areia da Dinamarca, sua convidativa cultura e grande variedade de pontos de interesse continuam a atrair visitantes. Nove locais declarados patrimônio mundial pela UNESCO, comidas fantásticas, numerosos e populares festivais de música e parques de diversões, como a Legoland, indicam que há muito que se ver e fazer.

A Dinamarca é frequentemente promovida como um país de contos de fadas. É o mais antigo reino da Europa e lar do autor Hans Christian Andersen. Copenhagen, a capital fica nas ilhas costeiras da Zelândia e Amager e é um dos destinos mais populares da Dinamarca.

O que ver e fazer na Dinamarca?

No total, Copenhagen tem mais de 90 museus, arquitetura peculiar e numerosos parques. Seu centro histórico abriga o Palácio Amalienborg, o Palácio Christiansborg e o Castelo de Rosenborg da Era da Renascença.

A parte continental da Dinamarca conta com três patrimônios da UNESCO. O mais famoso é o Castelo de Kronborg em Elsingore, da história de Hamlet de Shakespeare. O piso de runas de Jelling remonta ao século 10, e a Catedral de Roskilde foi a primeira igreja gótica construída com tijolos ao norte da Europa.

A Dinamarca é uma nação insular. Há 72 ilhas desabitadas e 371 habitadas. Boríngia é uma das mais populares entre os turistas, com riqueza histórica e um misticismo caracterizados por igrejas arredondadas e ligações com os Cavaleiros Templários. Muitas das ilhas são raramente visitadas, fazendo com que sejam perfeitas para quem busca aventuras.

As paisagens dinamarquesas variam imensamente. Florestas, lagos, pântanos, mouros, falésias e quilômetros de praias, tudo se combinando para fazer da Dinamarca um país realmente bonito. No total, são mais de 4000 milhas de litoral, algo similar ao Brasil. Mesmo com milhões de turistas vindo nos meses de verão, ainda é possível encontrar lugares relaxantes.

A Dinamarca tem uma longa história de festivais de música desde os anos 1970s.

Entre os meses de junho e agosto, você pode encontrar festivais que agradam a todos os gostos musicais. Os maiores são o Festival de Roskilde, o Skive Festival e o Copenhagen Jazz Festival. A primeira e maior Legoland fica em Billund e este é apenas um entre os numerosos parques temáticos na Dinamarca. O Tivoli de Copenhaga foi a maior fonte de inspiração da Disneylândia e o Dyrehavsbakken é o mais antigo parque de diversões do mundo.

Dinamarca ETIAS

Em 2021, o ETIAS se tornará um requisito legal para cidadãos qualificados para entrar em qualquer dos países do Espaço Schengen. Tecnicamente, o ETIAS não é uma dispensa de Autorização Eletrônica, já que ele permite aos visitantes entrarem sem um visto convencional.

A dispensa do ETIAS para Dinamarca vai permitir que os turistas entrem no país por períodos de até 90 dias. Se forem feitas várias viagens, o número máximo de dias no Espaço Schengen é 90 durante o período de 180 dias. Como se inscrever para a isenção de Autorização de Viagem Européia para Dinamarca.

Ao fazer o registro no ETIAS, os viajantes poderão visitar todos os países do Schengen, incluindo a Dinamarca, sem precisar de um visto convencional. Para se cadastrarem com sucesso no ETIS, os cidadãos qualificados precisarão completar uma inscrição online e cumprir com os requisitos básicos do ETIAS.

O formulário de inscrição ETIAS requer que os candidatos insiram uma variedade de informações, incluindo seus dados de contato, detalhes do passaporte e dos planos de viagem. Haverá também algumas perguntas relativas à segurança.

Top

Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito