ETIAS para Bélgica

“Autorização de Viagem Europeia para Bélgica

Para um país de seu tamanho, a Bélgica está repleta de coisas para se fazer. Suas cidades históricas como Bruxelas, Bruges e Antuérpia são fascinantes. As áreas rurais são deslumbrantes e não há quem produza melhor cerveja ou chocolate do que os Belgas.

A Bélgica está situada em uma intersecção da Europa Ocidental. A Alemanha fica a oeste, a França a sudeste, Luxemburgo a sudoeste e a Holanda ao norte. A população é de 11.5 milhões e sua capital é Bruxelas. São três as línguas oficiais na Bélgica: holandês, francês e alemão. O francês é mais falado no sul e o holandês é predominante no norte. Bruxelas é uma capital bilíngue e é extraoficialmente considerada capital da União Europeia.

Por conta de sua localização, a Bélgica tem uma história intrigante e o país mudou de mão várias vezes com o passar dos séculos. Foi parte do Império Carolíngio, Império Habsburgo, Império Napoleônico e foi ocupada pela Alemanha durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial.

Bélgica como parte da União Europeia

A Bélgica é um dos seis países originais que assinaram o Tratado de Paris em 1951 e formaram a UE. Luxemburgo, Holanda, França, Itália e Alemanha Ocidental foram os outros cinco.

A UE não tem uma capital oficial, mas Bruxelas é o coração da instituição. É lá que ficam as bases da Comissão Europeia, do Conselho da União Europeia, do Conselho Europeu e do Parlamento Europeu.

A Bélgica faz parte do mercado único, com moeda única (o Euro) e do Espaço Schengen. O Acordo de Schengen permite que as pessoas transitem livremente entre os países participantes. Não há fronteiras rígidas entre os países, apenas uma singular e compartilhada fronteira externa.

No momento muitos viajantes podem entrar na Bélgica sem um permisso europeu de viagem para a Bélgica e algumas nacionalidades precisam obter o permisso eletrônico. No entanto, a partir de 2021 será necessário que muitos visitantes façam o cadastro no ETIAS antes de viajarem para qualquer país no Espaço Schengen. Os viajantes poderão usar o ETIAS para a Bélgica.

Tecnicamente, o ETIAS não é um visto, e sim uma autorização de viagem. Ao se cadastrarem, os viajantes poderão visitar os países do Schengen sem a necessidade de um visto convencional. Será possível usar a autorização de viagem europeia ETIAS para Bélgica.

Visitando a Bélgica

A Bélgica tem uma surpreendente abundância para oferecer aos visitantes. Suas cidades históricas são reconhecidas pela arquitetura medieval e Arte Nouveau, bem como por seus museus, moda e gastronomia. Fora das cidades, a paisagem varia. Há praias onde se pode relaxar nas areias e também montanhas florestais, ideais para se explorar e fazer trilhas.

O que ver e fazer na Bélgica?

Bruxelas é uma cidade vibrante que combina arquitetura pós-moderna com monumentos históricos. Há diversos locais declarados com patrimônio mundial pela UNESCO por todas as partes de Bruxelas, incluindo a Grand-Place, que é cercada por casas de guilda e a prefeitura em estilo Gótico. A Catedral de Santa Gudula e o Palácio Real são particularmente grandiosos.

Bruges é, provavelmente, o destino mais popular para turistas. A cidade é conhecida como a "Veneza do Norte" por causa de seus icônicos canais e ambientação romântica. Bruges foi uma das cidades mais ricas da Europa no século 14 e seu centro histórico foi construído principalmente durante esse período. Antuérpia é a segunda maior cidade da Bélgica e é reconhecida historicamente pelo rico bairro dos diamantes e pela enorme Catedral de Nossa Senhora.

A Bélgica produziu uma boa leva de artistas mundialmente famosos, incluindo René Magritte, Paul Delvaux e James Ensor. O valor dado à arte é visível através dos numerosos museus de arte na Bélgica. Há 80 museus apenas em Bruxelas, incluindo os Museus Reais de Belas-Artes da Bélgica e o recentemente reformado Koninklijk Museum voor Schone Kunsten (Museu Real de Belas Artes de Antuérpia), que é imperdível.

Para quem está em busca de aventuras, as Ardenas oferecem uma deslumbrante variedade de florestas, cavernas e penhascos. A região é lar de linces, cervos e javalis selvagens, e é perfeita para trilhas e ciclismo. Há também vilarejos idílicos e acolhedores, bem como o Castelo de Bouillon e o Labirinto de Barvaux para se visitar.

Os belgas adoram comer e o país é famoso por sua culinária. O país é ainda famoso por sua seleção de cervejas de classe mundial, assim como chocolates, mexilhões e waffles. Porém, a gastronomia belga é bem mais rica e diversificada. Ela é similar à cozinha francesa em estilo e à comida alemã em quantidade.

Requisitos do ETIAS para Bélgica

A partir de 2021, o ETIAS será um requisito legal para cidadãos de países qualificados para entrar em qualquer país do Schengen, incluindo a Bélgica. A autorização de viagem belga vai permitir que os turistas entrem no país por períodos de até 90 dias** ou, se forem feitas múltiplas viagens, um período que não ultrapasse 180 dias.

ETIAS Belga: Como se inscrever para ETIAS

Para obter uma autorização de viagem ETIAS, os cidadãos qualificados terão de completar uma inscrição online e cumprir com os requisitos básicos do ETIAS para Bélgica. Isso será necessário para que possam inserir seus dados, incluindo informações de contato, detalhes do passaporte e planos de viagem.

O formulário de inscrição ETIAS também requer que os candidatos respondam algumas perguntas relativas à segurança. As informações fornecidas serão avaliadas junto aos arquivos de segurança. A aprovação da autorização de viagem ETIAS é enviada ao candidato por e-mail.

Top

Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito